\\ Pesquise no Blog

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

'eu tô com medo de ir embora, eu tô com medo de sair daqui'

porque aqui eu posso gritar, apontar o dedo, bater, ser mesquinho, grosseiro, chorar, culpar, fazer sofrer, fazer chorar, machucar, debochar.. enfim, aqui o meu dragão pode soltar as suas baforadas porque estou entre amigos, amigos estes que têm conhecimento de uma mesma causa. uma mesma causa mortis. amigos que também tentam domesticar um animal selvagem. animal selvagem este que não caberia num quarto e sala, imagina dentro de corpos tão franzinos ?

você me perdoa agora e desconsidera tudo que acabei de falar porque há 2 minutos atrás quem me pediu perdão foi você. eu acabei de te segurar quando você perdeu a força nas pernas. a gente divide por 5 a falha na tentativa de seguir, de ficar em pé. somos 5 atos falhos. lá fora tem a preocupação com o outro, com normas e sociedade e educação e boas maneiras.

tenho trocado o bom-dia pelo vai tomar no cú. aqui os meus amigos acabam entendendo. lá fora, o meu porteiro diz que eu sou uma bicha escrota.

2 comentários:

*Vendetta* disse...

Fred postou isso
às 15:15

Diogo Liberano disse...

dragões precisam voar