\\ Pesquise no Blog

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Van Gogh

“Um dia eu dormi sentindo a dor da perda, a perda de um amor. Sonhei com as árvores e o céu de Van Gogh, sonhei com aquela paisagem embaçada, borrada, como se dedos sujos de tinta tivessem arranhado toda a beleza da paisagem que eu via.
Acordei assustada e com um medo pavoroso de olhar pela janela, medo de olhar as folhas, as árvores, as nuvens e só encontrar a tinta borrada no meu sonho, mas não foi isso que aconteceu, pela janela as folhas, as árvores e as nuvens ainda eram folhas, árvores e nuvens.
Suspirei, um longo suspiro de alívio e me lembro de agradecer com todas as minhas forças por não ter morrido em vida.

Acho que a Lilla acordou, olhou pro céu e só viu borrão de tinta.”

Nenhum comentário: