\\ Pesquise no Blog

sábado, 11 de junho de 2011

Trabalho com os gestos em casa

Pego o celular e coloco para despertar em 30 min.Posiciono-me frente a um espelho e repito os gestos: soco no estômago,sutiã,mão que recolhe a fala e puxar os cabelos.

Escolhi previamente essa posição frente ao espelho e, ao longo da repetição, percebi o quanto era importante para mim poder ver o que estava fazendo.Aquilo automaticamente refletiu na busca por uma certa acomodação do gesto em mim.Tentei através disso achar a suavidade com que Rita executa esses gestos.O contexto da peça é violento e percebo que Marília reage agressivamente nessa situação,o que estava contagiando demais Rita.Foi interessante tentar ouvir Rita fora daquele espaço delimitado por fita crepe.Por vezes surgiram frases do texto,como se o gesto pudesse encaixar com uma possível intensão,atmosfera proposta pela fala.

No final anotei o seguinte sobre cada um:

Soco no estômago: ficou bem mais sutil.Essa movimentação me remete a assustar-se,surpreender-se com a vida,ser pega desprevenida, receber no estômago notícia difícil.Rita parece estar em estado constante de fragilidade;assusta-se com facilidade.

Sutiã: como se fosse o jeito involuntário,despercebido de seu corpo se recompor.Um modo de zerar e começar novamente,um modo de buscar o chão,sentir-se.As vezes talvez Rita se perca de si e o gesto do sutiã é sua maneira de tentar voltar.Frase:"Como está o restaurante?"

Mão que recolhe a fala: Esse gesto me remete a insegurança de Rita.Ela não tem segurança o bastante para dizer,as vezes, ou não tem palavras.O silêncio para ela é uma opção conhecida e talvez característica.

Puxar os cabelos: Esse gesto me remete a maneira de Rita de demonstrar indignação.

Nenhum comentário: