\\ Pesquise no Blog

sábado, 8 de janeiro de 2011

pode ser lido como fossem gritos

Sinopse

Como de costume (QUE COSTUME É ESSE QUE EU NÃO SEI QUAL É? ELES SE ENCONTRAM SEMPRE PARA JANTAR? SEMPRE QUANDO? ALIÁS, POR QUE SE ENCONTRAM? ALGUM DOS AMIGOS SABE COZINHAR? ELES COMPRAM COMIDA PRONTA? SE ENCONTRAM PORQUE ACHAM NECESSÁRIO?), cinco amigos se reúnem novamente para um jantar na casa de um deles (QUAL CASA? QUE CASA? É UMA CASA? SE É NOVAMENTE, ENTÃO TEVE ANTES. E POR QUE NÃO SEIS AMIGOS, SETE, NOVE, TRINTA E DOIS?). Dessa vez, porém, o encontro se dá alguns meses após o suicídio de uma das amigas que ali com eles deveria estar. (AH, SIM! SERÁ QUE ELES DEMORARAM MAIS QUE O NORMAL PARA FAZER ESSE ENCONTRO? POR CAUSA DA MORTE DA OUTRA? ELES FALAM O NOME "SUICÍDIO"? TODOS FALAM SOBRE ISSO? QUEM FEZ O CONVITE? FOI POR E-MAIL, TELEFONE OU POR OUTRA FORMA? QUEM TEVE A IDEIA DO REENCONTRO? E PARA QUE ELE SERVE, ESSE ENCONTRO ENTRE OS AMIGOS? ELES SÃO AMIGOS?) O clima dificulta qualquer tipo de descontração e o encontro, inevitavelmente, os leva a falar sobre tudo aquilo que até aquele momento eles não sabiam bem como lidar. (ESTÁ CALOR? O CLIMA ESTÁ QUENTE? ELES ESTÃO NUMA CIDADE TIPO QUAL? GRANDE? ESTÃO NUM PRÉDIO? ELA SE JOGOU DE UM PRÉDIO? ESSA AMIGA QUE MORREU É UMA AMIGA? MORREU COM DESAVENÇAS COM ALGUM DOS AMIGOS ALI PRESENTE? O QUE ELES TENTAM FAZER PARA ATINGIR A DESCONTRAÇÃO? ESTÃO CONTRAÍDOS? PELOS CANTOS? CONVERSAM? COMEM UM PETISCO? MEU DEUS, QUAL AMIGO NÃO TEM ESTÔMAGO PARA FALAR SOBRE O ASSUNTO? ESSE TAL AMIGO É UM SÓ? ALGUÉM FICA APENAS MUDO? GENTE, ELES VÃO A PARTIR DESSE ENCONTRO CONSEGUIR LIDAR COM O QUE ACONTECEU? ALGUÉM VAI REMEMORAR TUDO, DETALHE A DETALHE? 

Eis então que a realidade se revela com toda a sua complexidade (O QUE ISSO SIGNIFICA, PELO AMOR DE JESUS? O QUE É ESSA COMPLEXIDADE INATA À REALIDADE? PARA ELA SER REVELADA PODEMOS INTUIR QUE ANTES ESTIVESSE ESCONDIDA, ADORMECIDA, FALSEADA, SIMPLIFICADA, RESOLVIDA, QUE ESTIVESSE AUSENTE, QUE TIVESSE SIDO ESQUECIDA? DIZ RESPEITO A QUÊ, ESSA COMPLEXIDADE? TRAZ À TONA O QUÊ? AS DIFICULDADES? OS BURACOS NEGROS SEM EXPLICAÇÃO? A IMPOSSIBILIDADE DE ALGUMA COISA QUE ESSES AMIGOS TENHAM PENSADO TER SIDO POSSÍVEL DE SER OU DE ATINGIR?) e eles se percebem incapazes de resolverem certas coisas para as quais não parece haver solução. (VOCÊS ESTÃO FALANDO DO SUICÍDIO DA AMIGA, É ISSO? ESSE FATO NÃO TEM SOLUÇÃO, É ISSO? MAS QUEM ESTÁ PROCURANDO SOLUÇÃO? ALGUÉM SE CONTENTOU EM APENAS ACEITAR? ALGUÉM AINDA QUER ENTENDER O POR QUÊ? ALGUÉM ACHA QUE VAI FAZER O MESMO? ALGUÉM AINDA CHORA, SOFRE? ALGUÉM ODEIA A AMIGA E SENTE SUA FALTA? ELES FALAM DESSA MENINA? ERA UMA MENINA, ERA UMA MULHER? SE MATOU?! ELES ENTÃO SE RECONHECEM IMPOTENTES, É ISSO? PERCEBEM QUE NEM TUDO ELES VÃO CONSEGUIR DAR CONTA E PROCESSAR, CERTO? ELES SE RECONHECEM FALÍVEIS, FRACOS, CAPAZES DE TAMBÉM PERDER?) No entanto, como não tombar? Como seguir no curso do tempo sem ceder a um fim, tal qual fizera a amiga em comum? (COMO NÃO TOMBAR O QUÊ? É UMA METÁFORA, ISSO DE TOMBAR? OU TEM A VER COM TIPO CAIR NO CHÃO, TROPEÇAR, ESTAR ANDANDO NA RUA E CAIR DE CARA NO CHÃO? É UMA METÁFORA? ELES FALAM USANDO METÁFORAS? ELES FALAM UMA MESMA LÍNGUA, ELES TEM A MESMA FORMAÇÃO? ELES FAZEM O QUÊ DA VIDA, ALÉM DESSES JANTARES PERIÓDICOS? ELES SEGUEM O CURSO DO TEMPO? MAS SEGUEM PORQUE NÃO TEM JEITO OU SEGUEM PORQUE QUEREM SEGUIR E NÃO TEM JEITO? ELES QUEREM SEGUIR? ELES CONSEGUEM OLHAR PARA ESTE TEMPO E AVALIAR SEU CURSO? ELES TÊM UMA AMIGA EM COMUM QUE CEDEU, DIGAMOS ASSIM, QUE MORREU, ENTÃO, POR QUE FOI ELA E NÃO ELE? POR QUE ELA E NÃO ELA OUTRA? POR QUE NÃO FOI NINGUÉM E FICOU TODO MUNDO?) Cientes da necessidade de resistir, a questão que sobre eles se impõe diz respeito justamente ao como resistir, por meio de qual maneira? (ELES ESTÃO RESISTINDO A QUÊ, MEU PAI? ELES JÁ FORAM VENCIDOS, NÃO? ESTÃO RESISTINDO À REALIDADE? FINGINDO QUE NÃO ESTÃO VENDO O BURACO IMENSO QUE A AMIGA AO MORRER ABRIU NO MUNDO? O MONSTRO IMENSO E VOADOR QUE OS ASSUSTA A CADA VENTO, A CADA BATER DE ASAS? DE ONDE ELES TIRAM QUE É PRECISO RESISTIR? ELES SABEM O QUE É ISSO? ELES TÊM EXEMPLO DE COMO RESISTIR? ELES FIZERAM DOWNLOAD DE ALGUM MANUAL DE SOBREVIVÊNCIA? ALGUÉM CONSULTOU O DICIONÁRIO? ALGUÉM ALI É POETA E FOI CAPAZ DE ENTENDER OUTRO SENTIDO PARA "RESISTIR"? E SE SIM, SE ASSIM ELES ENTENDERAM O QUE POSSA SIGNIFICAR A TAL RESISTÊNCIA, COMO É QUE ELA É FEITA? TEM COMO COMPRAR? TEM COMO IMPORTAR? ALGUÉM JÁ FEZ ISSO DE FORMA BOA? TEM EXEMPLO? COMO FAZ? COMO FAZ PARA RESISTIR? A GENTE FAZ JUNTO OU CADA UM FAZ DA SUA FORMA? ALGUÉM TEM ALGUMA FORMA? ALGUMA MANEIRA? ALGUM TRUQUE, ALGUMA DICA, ALGUMA CARTA NA MANGA?)

Os cinco amigos chegam então a uma atitude desesperada: (POR QUE ELES FICARAM DESESPERADOS? DO NADA? COMEÇARAM A CHORAR A AMIGA QUE PARTIU? O QUE OS FAZ FICAR DESESPERADOS? QUEM TOMA UMA MEDIDA DRÁSTICA E BRUSCA? QUE MEDIDA É ESSA? NÃO SERIA MELHOR RESOLVER TUDO JUNTO?) trancam-se dentro do apartamento e se obrigam a ficar ali até que encontrem alguma medida concreta que valide a sua permanência no mundo. (MEU DEUS, ELES QUEREM MORRER TAMBÉM? QUEM TRANCA QUEM? COMO SE TRANCAM? É SÉRIO ISSO OU É OUTRA METÁFORA? ELES FALAM POR MEIO DE METÁFORAS? DE ONDE SURGE TANTA METÁFORA? ALGUÉM ALI É POETA? E SE NÃO, QUEM ALI MESMO ASSIM LEU ALGUM DIA ALGUMA COISA CHAMADA POESIA E SE APAIXONOU? FICAM TRANCADOS? ISSO É SEGURO? ISSO É LEGAL? É UM JOGO? É UMA PROVA? É BOBEIRA? ELES ESTÃO BÊBADOS? FUMARAM MACONHA? ESTÃO CHAPADOS E DROGADOS? ESTÃO ENTEDIADOS? ESTÃO EM VOLTA DE UMA MESA OU NUM SOFÁ? O TELEVISOR ESTÁ LIGADO? OUVEM MÚSICA? SE TRANCAM COMO? QUEREM FUGIR DO MUNDO? QUEREM ENCONTRAR UMA SOLUÇÃO QUE VALIDE AS SUAS VIDAS? MAS SÃO VIDAS IGUAIS CUJA SOLUÇÃO SERVIRÁ PARA TODAS? QUEM DETERMINA QUE A TAL MEDIDA CONCRETA SERVE PARA TODOS? QUEM VALIDA ESSA MEDIDA? E O QU EÉ ISSO, GENTE, QUE MEDIDA É ESSA? O QUE SIGNIFICA SER CONCRETA? NÃO PODE SER OUTRA METÁFORA? NÃO PODE SER UMA MEDIDA PALIATIVA? NÃO QUEREM VER UM FILME? ALGUÉM SE PROPÕE A FAZER PIPOCA? MAS A PORTA RUMO À COZINHA FOI FECHADA? ELES ESTÃO NA SALA? E OS CELULARES? JOGARAM COISAS PELA JANELA? JOGARAM FORA AS CHAVES? PARA QUÊ?) Em pouco tempo, acabam reféns de um jogo dentro do qual parece restar a definição de sua própria existência, pois caso não encontrem um motivo que os faça ficar, por que então deveriam continuar? (O JOGO PODE MACHUCAR? É JOGO DESDE SEMPRE? COMEÇA COMO JOGO E TERMINA LONGE DISSO? POR QUE ACEITAM JOGAR? É DADA ESCOLHA? ELES ESCOLHEM? EU FICO ME PERGUNTANDO QUEM TERÁ COMEÇADO COM ISSO? ALGUMA COISA FORA DELES ESTOURA O JOGO? NÃO É POSSÍVEL CONTINUAR NO MUNDO DE FORMA ENSAIADA E PREVISTA? POR QUE ELES QUEREM VIVER DE FORMA ORIGINAL, SINCERA E RADICAL? QUE JUVENTUDE É ESSA? QUE SONHOS NÃO CONSEGUEM SER CONTEMPLADOS? POR QUE ESTÃO ASSIM? ESTÃO TRISTES? ESTÃO CHATEADOS? A BRINCADEIRA DURA QUANTO TEMPO? ELES SAEM DE LÁ AFINAL? ALGUM OUTRO AMIGO MORRE? ELES SE MATAM? A NOITE TERMINA ERRADA? O TEMPO PÁRA E ELES FICAM ALI CONGELADOS, FEITO FOSSEM UMA OBRA, UMA PEÇA DE MUSEU? O QUE VAI ACONTECER? POR QUE TANTA INTENSIDADE? SE UM SE MATAR, MESES DEPOIS ELES SE ENCONTRARIAM PARA A MESMA COISA E SAIRIAM DESOLADOS NOVAMENTE? QUAL É O PROBLEMA QUE SE COLOCA? ELES NÃO ESTÃO SABENDO LIDAR COM A MORTE? É ISSO? ELES NÃO SABEM ENTENDER E ACEITAR E ASSIMILAR E PROCESSAR QUE A VIDA É CHEIA DE MORTE? É ISSO? 

3 comentários:

Marília Misailidis disse...

Nossa,é tanta coisa...difícil de digerir.Quero ver vocês.

Estas últimas frases...não sei,penso que

Eles se surpreendem ao ver que a vida é cheia de morte,são tomados pelo medo e não conseguem aceitar.Mas a vida é cheia de morte.

Quando era adolescente lia muito Roberto Freire e teve uma frase dele que nunca esqueci:O contrário da vida não é a morte,é o medo.

Flávia Naves disse...

minha nossa senhora, chorei de rir agora, que delícia meu pai, estou aqui rindo muito. Ameido, que maravilha essa postagem. é uma verdadeira comitragédia!
essa postagem tem muito humor e muita verdade,é inteligente e instigante, dava pra fazer uma peça só com isso. Engraçado que um personagem foi todo construído só com a força desses questionamentos. eu pude sentir assim. nos falamos logo mais
beijos e obrigada

Marília Misailidis disse...

kkk...eu aqui falando sério e soando comica...ai meu deus,como queria me entender.As vezes me olho com o olhar dos outros e me estranho.engraçado.me explica qdo puder...afff