\\ Pesquise no Blog

domingo, 27 de março de 2011

ensaio de 25 de março

Um coração feito de tantos começa a surgir no corpo desse dragão. Eu sinto, e me delicio...

Alquimia feita de graça, susto, palavras, reconhecimento e estranhamento...esse é o nosso lugar, esse é o lugar de vocês que acompanho com tanta alegria.

Vítor: Gosto de você.

Dominique: Eu só queria que fosse ontem de novo.

Nina e Fred no improviso pós-enterro sentados no banco. Silêncio e silêncio e silêncio. Como é gostoso vê-los dando tempo ao tempo. E temos tempo, lembrem-se disso, temos tempo de nos permitir lugares não tocados, lugares talvez esquecidos e deixados de lado porque no tempo do agora muito coisa precisou e precisa ser encoberta, o espaço do nosso encontro é o lugar onde des-cobriremos aquilo que nos impede de enxergar. Abramos os olhos, esqueçamos do chão, vamos olhar o outro o espaço, com olhos de gato e corpo de bicho, porque somos tudo e mais um pouco, porque somos nada e mais um tanto. As coisas podem ser deslocadas, desprogramadas, podemos nos colocar em um tempo Tarkovskyano (Stalker) e deixar a água escorrer lenta e saborosa. Façamos escolhas, não temos nada a perder.

2 comentários:

Vitor disse...

"Abramos os olhos, esqueçamos do chão, vamos olhar o outro o espaço, com olhos de gato e corpo de bicho"


... "camino se hace" ...

Diogo Liberano disse...

precisão analítica! ameida!