\\ Pesquise no Blog

quarta-feira, 30 de março de 2011

Sobre o jogo a presença o coletivo o VP

Estamos juntos.Conectados. Quando estamos lá jogando um jogo à partir das indicações. Não Escrevamos. Essa me parece a principal indicação. Acentuada à todo instante. Mas estamos abertos. É nitido, pelo menos para quem está no jogo. ME PERGUNTO, RESPONDER NÃO É TAMBÉM ESCREVER? Sem propor, mas as respostas são sinceras, simples, ou não. Sim, precisamos estar atento à tudo e selecionar como, quando e o que responder. Sem forçar. Simples e sincero. Esse é o jogo. Mas se eu recebo, depois de quase trinta minutos de jogo, fica impossível não responder ao que me toca. Se a Nina passa o por mim, e me atravessa e respondo virando a cabeça, ou abaixando-a, isso quer dizer sinceridade e resposta. Digo, meu olhar ao jogo não diminui, minha visão periférica não é interrompida. A gente é um corpo inteiro. Eu olho com os olhos, com o nariz, com os ouvidos, com os poros. Isso sim é visão periférica.  Existe barulho, temperatura, cheiro. Somos, na verdade, um só corpo. Todos somos os olhos, os ouvidos, o nariz. Creio não precisamos acentuar, para quem nos vê, que estamos conectados. Fiquei me questionando sobre essa noção, essa prova que parece que temos de dar à quem nos olha. Não sei não..

2 comentários:

Flávia Naves disse...

Dô, é muito gostoso ver quando vocês são um corpo só, quando caminham juntos e não individualmente, mas não é fácil, é difícil mesmo...não é de uma hora pra outra que conseguimos estar juntos e conectados, precisamos trabalhar, escutar, abandonar...não se apavore, não tem nada errado... estamos ainda limpando o terreno e nos entendendo juntos. No jogo do VP É como você falou: simples e sincero, é exatamente isso. Você está entendendo mais do que acha que está.E se assim você responde (com sinceridade e simplicidade) ao que te atravessa então é isso e nada mais. Vocês não precisam dar prova nenhuma para quem os olha de que estão conectados ou não, pelo contrário, no momento que assim o fizerem estarão respondendo a um jogo que não é esse que estamos propondo. É como eu disse, vamos deixando as palavras que nos percorrem adensar o nosso corpo e o resto é trabalho, apenas isso. Nada além disso. beijos e boa noite

Vitor disse...

é um lugar interessantissimo. um deserto com varias miragens. é tentador cair no lugar errado. por outro lado só caimos em miragens ou seguimos firmes no caminho arido pq tivemos 30 ou 40 minutos pra isso. foi bom. foi bom ter um tempo maior do que haviamos tido. uma coisa é entender racionalmente. outra é o tempo do corpo. ter tempo de descobrir o tempo das coisas. . ja nao sinto mais desespero. pelo contrario. penso tb que dps da exaustao ou depois de muito trabalho(se esse segundo termo cair melhor) é que criamos as coisas mais sinceras. e simples...