\\ Pesquise no Blog

terça-feira, 8 de março de 2011

especulações

humm… eu tô todo assim agora, especulativo. eu fico pensando em possibilidades para parir esse monstro coletivo. acostumando o olhar por sobre as coisas e por sobre as incongruências do dia-a-dia. testando o teclado novo deste netbook que comprei para escrever esta peça junto a vocês, em tentação, em sala de ensaio.

eu pensando neles passando por mim pelo meio da rua, entrando num mesmo ônibus ou metrô. eu pensando nela passando por mim indo rumo ao seu desbravar. é curioso imaginar esses personagens aqui perto de nós reunidos, ainda que em separado. é curioso imaginar que tenham vida e que sua ficção só é ficção porque está reunida numa sala (ou palco) ou numa dramaturgia impressa em folhas A4. porque tá tudo acontecendo. o absurdo que muita vezes dizemos existir é apenas uma forma de olhar o real. é apenas uma cor um filtro ou uma combinação pouco acostumada da luz do dia com uma dada intensidade de nossas dores.

sei lá. esses filmes são curiosos. combinam-se entre si sem fazer um sentido só. quer dizer, dão num tiroteio de referências e não conseguem se unir por igualdades. são heteróclitos. são de todos os tipos. ainda bem. é bem assim como eu os vejo. é bem assim como nós já somos. grandes pistoleiros com alvos distintos e pouco estáveis.

talvez lá adiante possamos mirar um mesmo alvo. talvez isso sequer se faça necessário. por enquanto, é especular.

\\
Diogo Liberano

Nenhum comentário: