\\ Pesquise no Blog

quarta-feira, 27 de abril de 2011

ensaio 18

27/04, unirio, sala 301
diogo, flávia, fred, dominique, marília e nina.

PANO ao som de Antony and the Johnsons, Kid Abelha e Nina Simone.

SISTEMA (Dominique, Fred e Marília) SITUAÇÃO LIMITE.

Primeira Tentativa

O gestual de Marília arrumando o cabelo.

Toda a cerimônia de Inácio e Andréia para contar algo grave à Rita.

Segunda Tentativa

Eu tô muito preocupada com o Odilon. Você quer me dizer alguma coisa que você não tá me dizendo?

A Cecília tava voltando de Minas. Na estrada, na madrugada. Ela tava de moto.

Uma moto velha, essas coisas, que ela pegou na fazenda.

Ela não veio no Petulante?

Mas tá tudo bem, ela tá em coma normal, não induzido. A gente só vai esperar um pouco a chuva passar e…

Terceira Tentativa

Eu fiquei menstruada mas não era pra ficar. Eu achei que eu tivesse grávida. Mas o Caco tava achando que eu tava grávida. Por causa do remédio. Se ele ficar sabendo disso ele vai achar que eu não posso ter filho. Eu tinha que tá grávida mas eu não tô.

Rita, você quer um absorvente?

Gente, olha isso aquela gota.

Quarta Tentativa

Olha, gente. A coisa da água.

Quinta Tentativa

Não tem comida, eu não trouxe comida, eu trouxe um. QUal o nome daquele negócio que faz assim? Eu trouxe um não é não é coisa da boca… A gente sempre fala que eu cozinho. Não tinha macarrão. Era a minha vez. Gente, não tem fogão. Um panetone. Não cospe na cozinha. Páta de cuspir. Que vai embora, EU NÃO TROUXE A COMIDA!

COMPOSIÇÕES.

Dominique e Nina > sobre o término do namoro de Andréia e Odilon.

UM PEDIDO DE DESCULPAS
UM SUSTO
UM DRAGÃO QUE POUSA NO MEIO DA SALA
UM ABRAÇO
UM SILÊNCIO LONGO

O que foi, Andréia? Eu sei que você tava lá. Você não é culpada. Você não quer me dar um abraço?

Você tinha como saber.

Eu tinha como saber?

Tá todo mundo me perguntando. Eu quero saber que tipo de afinidade a gente tem.

Você tá maluca, você tá muito doida.

Silêncio.

Desculpa.

Por você ter me acusado?

Não, porque eu tô chorando. Ele tava bêbado no dia do enterro. A gente tá faz dois meses sem se ver.

Você tá com saudade dele? Foi você que terminou?

Ei terminei porque… Eu terminei… Ele tava numa vida estranho. Não dá pra ficar com alguém que te carrega pra baixo o tempo todo. Eu não sei se ele tá com outra pessoa.

Você não sabe nada? Se ele tá com alguém?

Não. Você falou com ele?

Eu acho que você tá confundindo as coisas. Você tá confusa. Não, ele não tá com ninugém. Ele não tinha um posicionamente correto. Você não quer mais ficar com ele. Você não quer mais saber do Odilon, não é verdade?

Acho que tem isso tudo, mas eu não sei, eu quero ficar com ele, eu não sei se alguma coisa de fato mudou.

Ai… Você ouviu? Que coisa estranha…

Cadê a Rita?

Era alguma coisa querendo dizer alguma coisa a gente não sabe que coisa tava querendo dizer essa coisa. Passou, já disse.

 

Fred e Marília > sobre a relação entre Inácio e Rita.

UMA CULPA
UMA DESISTÊNCIA
UM COPO QUASE QUEBRANDO
UMA SOLUÇÃO
UMA RISADA

No elevador – Rita diz a Inácio que perdeu a hora ao acordar e que isso afeta a sua relação com Caco. Inácio se ofereceu para ligar para ela toda manhã.

 

Todos.

Uma garrafa.

Cadê o Odilon?

Tá aqui: garrafa de minalba.

Odilon, você que tá ai, que não é transparente não embora pareça. Que é tudo mentira, que fica com esse chapeuzinho azul, não é inocente, que fica calado esse tempo todo. Olha pra mim, na minha cara, fala agora o que de fato a gente tem ou a gente não tem. Vou ficar aqui esperando a resposta.

Odilon esse silêncio tá constrangedor.

Ele nunca fez nada, Andréia?

Eu vou beber o Odilon.

Odilon, você vai ficar chateado se a gente contar?

Ahm gente, ele fez o quê?

Então, Andréia, a gente quer te contar uma coisa.

Ele não pode saber que a gente vai te contar um negócio que a gente vai te contar.

Então, Odilon preparou uma surpresa pra você.

Antes de a gente terminar?

Mas o Odilon chamou a gente pra fazer um serenata. A gente ficou escondido atrás do carro. A gente ensaiou. Caixa de chocolate. E ele fez a barba. Ele tava do jeito que você realmente gosta. Ele tocou a campanhia e você não tava lá.

COREOGRAFIA.

Que merda, pára! Então… Eu tava lá e não abri a porta. Desculpa, gente.

Muito bom, senhorita Andréia. É bem a sua cara.

Você sempre se faz de sonsa. Lembra aquele dia?

Todo mundo com fome. Não tem comida, não tem ingrediente. Tinha tudo. Você ficou prometendo e deixou todo mundo na mão. Você fingiu que não tinha comida. Tinha tudo.

E por que não cortou a cebola e picou o alho?

Além de sonsa desvia o assunto.

Olha, tá fazendo a Rita chorar.

Ah, vocês são muito cruéis. Por causa de um macarrão.

Nenhum comentário: