\\ Pesquise no Blog

sábado, 16 de abril de 2011

rascunho do prólogo.

povo bonito, minha dramaturgia do que fizemos hoje. Vamos ser atravessados pela dramaturgia do outro ? Lembrando que esta não é uma tentativa de que isso aqui embaixo seja definitivo.. mas é uma tentativa de compartilhar com todos o que está aqui dentro. beijos;.




(cada um na sua posição. Silêncio.)

Inácio espirra. ninguém fala nada. Inácio agradece mesmo assim:

- Obrigado.

Cecília começa a listar os objetos de cada um. Inácio conta nos dedos quanta coisa cada um dos amigos está levando. Na vez dele, Cecília diz:

- um sofá. um lustre. um kit de maquiagem. 3 quadros. e uma cadeira de balanço.
- (se levantando) Ah, eu também quero a cadeira-de-rodas. E o all star de cano alto. Aquele de zebra.

Cecília então repete, contrariada:

- Inácio: um sofá um lustre um kit de maquiagem 3 quadros uma cadeira de balanço uma cadeira-de-rodas e um all star de cano alto de zebra.

Cecília lista as coisas dela. Todos na parede. Escorrendo. Inácio é tomado mas não se entrega. Começa lentamente a brincadeira dos 'sorrisos'. Falha. Desmorona mas volta. Puxa assunto:

- De qualquer forma é curioso isso, não ? Essa palavra FREE. Num cotoco de cigarro. Vocês sabem o que significa ?? Prá quem não sabe, FREE significa liberdade, livre.. a Lilla bem que podia ter ficado só no cotoco de cigarro, né ? (pausa) Se um de vocês tomar coragem e for até o quarto dela, vai ver: tá cheio de liberdade querendo se jogar pela janela.
- Você não consegue parar de falar não, Inácio ?
- Você não consegue parar de sofrer não, Cecília ?

(tempo)

- Não.
- O que tava em jogo aqui era bem simples: era dividir as coisas da Lilla e pronto. Se reencontrar, dar um beijo, fofocar, comer alguma coisa, saber como vocês estão, só isso.
- Você está sendo mesquinho.
- Gente, há 2 meses a nossa vida é só página em branco.. vamos escrever alguma coisa ! Ela pode estar feliz agora, sabe-se lá aonde e a gente aqui nessa fossa ? Os 4 têm que fazer um esfor..
- Nós somos 5.
-Têm 4 pessoas do meu lado.
- É, Inácio, mas há bem pouco tempo nós éramos 6. (tempo) Eu não tô conseguindo.
- Então se apoia. Vamos junto. Juntos. Vamos descobrir juntos ?? (tempo) (silêncio) Bom, se ninguém responde realmente fica muito difícil.
-(Rita) Vamos marcar para outro dia ?
(...)
- (Rita) Eu tô com fome.
(...)
- Eu trouxe vinho.
- Então vamos abrir o vinho !!
- (Inácio) Não, gente, vinho não. Olha o Odilon.. vamos respeitar ele. (faz o gesto da bebida) A gente abre uma Minalba.
- (Odilon) Você é um babaca.
(...)

- Ah, é ? Então é prá sofrer ? "Quem chora seus males espanta", é isso ? Então vamos sofrer direito. Você, Rita, depois de anos e anos vendendo avon agora vc é promovida: agora você é uma revendedora da Natura. Acho que se você se esforçar mais um pouquinho já já você chega na Herbalife. Cecília, depois que todos os seus irmão saíram de casa, como é morar com papai e mamãe ? Andréia, meu docinho de coco que ganha a vida fritando ovo. Ganha a vida lavando alface. Ganha a vida pensando no tempero ideal pro rosbife. E nosso querido Odilon que não ganha a vida. Não ganha nada. Já perdeu faz tempo.

(briga)
(simulaneidade: Inácio\Andréia e Cecília\Rita\Odilon)
( "sai deste corpo que não te pertence" ???)
(descobrir momento para começar a manipulação do lenço).

Um comentário:

Diogo Liberano disse...

ótimo, fred
acredito que até domingo eu mando a cena ou não
levo impressa na segunda
de qualquer forma
vamos pensar nos objetos
acho q todos deveriam fazer sua lista pra já
!!!