\\ Pesquise no Blog

domingo, 21 de novembro de 2010

geração Thomas, geração Melamed

Gerald Thomas entrevista Michel Melamed, parte 6/6

7 comentários:

Fred disse...

"Não consigo mais viver de Rivotril", Gerald.


De qual dependência dependemos para viver\sobreviver ?

Flávia Naves disse...

ou seria: morremos de qual dependência?

Diogo Liberano disse...

eu dependo de insulina. e isso não é uma piada.

*Vendetta* disse...

eu dependo do outro. lugar sem olhos p mim é a morte. acho que é um motivo p eu fazer teatro.

Vitor disse...

cocaina cigarros sexo maconha vaidade alcool gente cafe coca cola comida auto sexo poesia caridade amor maus tratos bons tratos censura carinho palavras soltas que seriam colocadas corretamente e sem pudor por um beat

minha unica droga é a endorfina: no nosso ultimo encontro um galã da globo dizia mais ou menos isso num jornal de domingo.

ouvi de uma menina na rua: as estrelas choram.
(mentira)

pedi o esqueiro pra moradora de rua mais estranha q ja vi ate hoje, e olha q ja vi muita coisa bizarra, ela disse:"Posso fazer q nem voce? Nao vo te emprestar. Que que vc faz qdo vc é q sempre tem as coisas. Voce sempre resolve. Nao vou te dar". Andei tres passos e qdo olhei gritando ela ja tava longe, gritei "valeu!". Ela era a melhor das vibes. O primeiro não divertido q me lembro.

Dominique Arantes disse...

Nossa..
Nem sei.

Vitor disse...

eu axo que o gerald é tao manipulador que fica se expondo pra puxar palavras da boca do entrevistado....